Preparar-se para viver no mundo global – o Projeto CLIL no 1.º ciclo
O projeto CLIL (Content and Language Integrated Learning),desenvolvido no 1.º ciclo, resulta da convicção de que a aprendizagem de uma língua estrangeira é mais eficaz quando utilizada como ferramenta de aquisição de conteúdos

As exigências do mundo que se desenha como presente e futuro das nossas crianças e jovens apontam para a importância de assumir o conhecimento como um processo de integração de um conjunto alargado de competências, conteúdos e aprendizagens. Se esta é uma verdade por si só, é particularmente relevante na aprendizagem de uma língua estrangeira.

Desde cedo que percebemos a importância de educar os nossos alunos para serem cidadãos do mundo global, tal significando, entre muitas outras dimensões de igual importância, o domínio da língua inglesa e a sua utilização como ferramenta de comunicação com e de integração neste contexto alargado. A implementação do projeto de Inglês no Colégio há quase duas décadas atesta precisamente esta preocupação de longa data, comprovada pelo enorme investimento e evolução do projeto.

Neste contexto, aproveitando o facto de os nossos alunos estarem expostos à aprendizagem da língua inglesa diariamente desde o Pré-Escolar, entendeu-se possível dar um passo em frente, colocando a língua estrangeira ao serviço da aprendizagem de conteúdos (especificamente das áreas de Estudo do Meio e de Expressão Plástica) e assim dando corpo à conceção do conhecimento como processo de integração de competências e da língua como ferramenta ao serviço da aprendizagem. O conceito que está por detrás deste projeto é o de que é mais fácil e eficaz aprender uma língua estrangeira quando esta é usada para aprender (como ferramenta e não apenas como objeto de conhecimento).

Na prática, este projeto pressupõe que as aulas de Estudo do Meio e de Expressão Plástica do 1.º ciclo são lecionadas em duas línguas e por dois professores em simultâneo – um professor por cada área curricular específica. Para que o processo de aprendizagem seja plenamente assumido pelos alunos, as aulas envolvem uma componente prática muito forte, através da realização de projetos, posters, investigação e trabalho experimental diário. O objetivo é criar um contexto experimental rico para introduzir conceitos relevantes e envolver os alunos de forma a ajudá-los a construir a sua autoconfiança no sentido de comunicarem em língua inglesa nestas áreas de conteúdo em concreto. Tal como qualquer processo de aprendizagem de uma língua este é um processo de construção gradual do conhecimento, potenciado, na nossa perspetiva, pela diversificação das experiências de contacto com a mesma.

Grande parte do sucesso deste projeto, acreditamos, reside no trabalho colaborativo dos professores das diferentes áreas e na predisposição natural das crianças para aprender línguas estrangeiras em idades precoces, predisposição esta potenciada pela intencionalidade de todo o trabalho.

Concluímos que ser proficiente no domínio de uma língua estrangeira não resulta diretamente do que sabemos sobre essa língua mas da forma (mais ou menos eficaz e competente) como a usamos para aprender.

 

Avenida da Boavista, 2856 / 4100-120 Porto
 
   (+351) 22 619 75 90
 
   Geral - cnsr@colegiodorosario.pt

© 2017 Colégio de Nossa Senhora do Rosário