Música - Classes de conjunto

  • Lalavox
  • Musivox
  • A-K'
  • Orquestra Orff
  • Orquestra de cordas

As Classes de Conjunto são grupos que têm por finalidade proporcionar aos alunos dos vários níveis de ensino espaços de fruição da música, na diversidade das suas formas de expressão e dos seus enquadramentos estéticos e estão abertas a todos os alunos que pretendam aprofundar a experiência musical que iniciaram nas aulas curriculares desta área de aprendizagem.

Integram a oferta de Enriquecimento Curricular do Colégio de Nossa Senhora do Rosário na área da Música e visam estimular o desenvolvimento de competências no domínio da sensibilidade estética, do trabalho colaborativo e da corresponsabilidade na concretização de projetos comuns.

Semestralmente é disponibilizada aos encarregados de educação uma informação detalhada sobre a evolução dos seus educandos, através do site do Colégio. Além disso, pode ser agendado em qualquer momento um encontro personalizado nas instalações do Colégio com os respetivos professores.

 

Lalavox

O Lalavox é uma Atividade de Enriquecimento Curricular orientada para a prática vocal, destinada a alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico. Sendo uma das Classes de Conjunto que integram a oferta do Colégio de Nossa Senhora do Rosário na área da Música, tem por finalidade proporcionar aos alunos deste nível de ensino um espaço de fruição da música através da prática do canto coral. Constitui uma extensão das aulas de Educação Musical para os alunos que pretendem aprofundar a sua experiência na área do canto coral.

O trabalho desenvolve-se com a orientação de dois professores em simultâneo. Este grupo musical desenvolve trabalho orientado em função de projetos com data marcada. No repertório a abordar os professores procuram ir de encontro aos gostos dos alunos, numa perspetiva eclética da prática da música coral, sem perder de vista a qualidade musical e performativa. É desejável que os alunos que se inscrevem nesta atividade permaneçam nela durante todo o ano letivo, a fim de poderem beneficiar da diversidade e riqueza da programação anual.

O Lalavox apresenta-se em público conforme o previsto no Plano de Atividades do Departamento de Música e sempre que julgado oportuno pelos professores e autorizado pela Direção do Colégio. As apresentações públicas são os pontos de chegada do desenvolvimento dos projetos e constituem sempre um reforço positivo à vontade de ir mais longe.

Musivox

O Musivox é uma Atividade de Enriquecimento Curricular orientada para a prática vocal, destinada a alunos do 2º Ciclo do Ensino Básico. Sendo uma das Classes de Conjunto que integram a oferta do Colégio de Nossa Senhora do Rosário na área da Música, tem por finalidade proporcionar aos alunos deste nível de ensino um espaço de fruição da música através da prática do canto coral. Constitui uma extensão das aulas de Educação Musical para os alunos que pretendem aprofundar a sua experiência na área do canto coral.

Este grupo musical desenvolve trabalho orientado em função de projetos com data marcada. No repertório a abordar o professor procura ir de encontro aos gostos dos alunos, numa perspetiva eclética da prática da música coral, sem perder de vista a qualidade musical e performativa. É desejável que os alunos que se inscrevem nesta atividade permaneçam nela durante todo o ano letivo, a fim de poderem beneficiar da diversidade e riqueza da programação anual.

O Musivox apresenta-se em público conforme o previsto no Plano de Atividades do Departamento de Música e sempre que julgado oportuno pelos professores e autorizado pela Direção do Colégio. As apresentações públicas são os pontos de chegada do desenvolvimento dos projetos e constituem sempre um reforço positivo à vontade de ir mais longe.

A-K'

O A-K’, Grupo vocal acapella, é uma formação vocal constituída, sobretudo, por alunos 3º Ciclo e do Secundário do Colégio de Nossa Senhora do Rosário que demonstrem capacidades vocais e de leitura musical compatíveis com os objetivos deste grupo. Sendo uma das Classes de Conjunto que integram a oferta de Enriquecimento Curricular do Colégio de Nossa Senhora do Rosário na área da Música, tem por finalidade proporcionar aos alunos destes níveis de ensino um espaço privilegiado de fruição da música através da prática do canto coral polifónico.

Esta formação coral privilegia a interpretação de música Rock/Pop acapella, embora aborde também outros géneros musicais. Executa apenas peças musicais criteriosamente selecionadas, com arranjos polifónicos tecnicamente bem elaborados e com textos que evidenciem interesse poético e conteúdo construtivo.

Do seu repertório fazem parte canções como “Viva la vida”, dos Coldplay, Hallellujah, de Leonard Cohen, ou White Winter Himnal, dos Fleet Foxes, Amazing Grace de John Newton e Radioactive dos Imagine Dragons, estes dois últimos com arranjo vocal de Pedro Teixeira.

O A-K’ foi criado em 2017 e ensaia uma vez por semana na hora do almoço. Apresenta-se regularmente no Colégio e fora dele, de acordo com as oportunidades que vão surgindo.

Orquestra Orff

A Orquestra Orff é uma Atividade de Enriquecimento Curricular orientada para a prática instrumental em instrumentos escolares, como xilofones, metalofones, peles, flautas de bisel e outros, destinada aos alunos do 2º Ciclo do Ensino Básico. Sendo uma das Classes de Conjunto que integram a oferta do Colégio de Nossa Senhora do Rosário na área da Música, tem por finalidade proporcionar aos alunos deste nível de ensino um espaço de fruição da música pela prática instrumental em conjunto, numa perspetiva de valorização pessoal e de colaboração em projetos de grupo.

Este grupo musical desenvolve trabalho orientado em função de projetos com data marcada. No repertório a abordar o professor procura ir de encontro aos gostos dos alunos, numa perspetiva eclética da prática da música instrumental em contexto escolar. É desejável que os alunos que se inscrevem nesta atividade permaneçam nela durante todo o ano letivo, a fim de poderem beneficiar da diversidade e riqueza da programação anual.

A Orquestra Orff apresenta-se em público conforme o previsto no Plano de Atividades do Departamento e sempre que julgado oportuno pelo professor e autorizado pela Direção do Colégio. As apresentações públicas são os pontos de chegada do desenvolvimento dos projetos e constituem sempre um reforço positivo quanto à vontade de continuar nesta atividade. Este modelo de trabalho contribui também para desenvolver nos alunos o sentido de corresponsabilidade e de interdependência na concretização de projetos comuns, além de favorecer o espírito de grupo e a capacidade de concentração.

Orquestra de cordas

Este projeto foi criado com a finalidade de ultrapassar um problema que existe na aprendizagem dos instrumentos de cordas friccionadas (violino, viola d’arco, violoncelo e contrabaixo) no ensino tradicional: a desistência frequente dos alunos que iniciam o estudo destes instrumentos, em virtude de demorarem muito tempo até que consigam produzir um som afinado e musicalmente agradável. Este problema é ainda aumentado, no ensino tradicional, pelo facto de se tratar de um trabalho tendencialmente solitário (um aluno e um professor), em que o aluno estuda arduamente exercícios sem fim antes de se poder juntar a uma orquestra, ambiente natural destes instrumentos.

O nosso projeto faz uma abordagem diferente, como se pode ver na comparação que se segue com o paradigma do ensino tradicional:

No modelo tradicional
  • O aluno passa os primeiros anos a <>aprender sozinho exercícios áridos e peças pouco entusiasmantes, sempre na expetativa de, um dia, poder vir a tocar numa orquestra;
  • A aula de instrumento é a mais importante e constitui o motor da aprendizagem;
  • A aula de Formação Musical tem conteúdos predefinidos, estruturados em graus e independentes do trabalho instrumental do aluno;
  • O aluno tem em mente, por norma, concluir um curso de instrumento e obter a respetiva certificação nacional, numa ótica de poder vir a fazer da música uma opção de vida;
  • A certificação das aprendizagens corresponde à conclusão do programa previsto para cada grau de ensino.
No nosso projeto
  • O aluno tem todas as aulas em grupo e desenvolve a aprendizagem do instrumento, desde o início, em forma de projeto performativo coletivo com data marcada;
  • A aula de orquestra é a mais importante e constitui o motor da aprendizagem;
  • As aulas de Instrumento em pequeno grupo e de Formação Musical em turma estão ao serviço das peças da orquestra e os elementos técnicos e teóricos vão sendo introduzidos de acordo com as caraterísticas e exigências das mesmas peças;
  • O aluno pode não ter em mente concluir um curso de instrumento nem vir a fazer da música uma opção de vida, mas as competências que for desenvolvendo poderão ser certificadas internacionalmente pela ABRSM;
  • A certificação das competências do aluno pode ocorrer em qualquer momento do seu processo de aprendizagem e pode ser feita individualmente ou em grupo.

Pressupostos

  • Os instrumentos de cordas, embora também possam ser solistas, proporcionam experiências mais agradáveis ao estudante quando integrados numa formação orquestral;
  • Neste modelo de aprendizagem, pretende-se que o aluno não veja as aulas de instrumento como momentos para dar conta ao professor da sua evolução técnica nos exercícios marcados na aula anterior, mas como oportunidades para ser ajudado a ultrapassar dificuldades com que se vá deparando no estudo das peças da orquestra;
  • O trabalho desenvolvido em função de projetos performativos com data marcada tornará mais dinâmico e integrado o processo de aprendizagem do aluno;
  • A escolha de um repertório variado e atrativo contribuirá para um maior envolvimento emocional do aluno na preparação das peças a trabalhar;
  • As apresentações regulares do trabalho desenvolvido, dentro e fora do Colégio, constituirão recargas motivacionais permanentes para os projetos seguintes;
  • As aulas de instrumento em pequeno grupo e de formação musical serão, necessariamente, extensões do trabalho em desenvolvimento na orquestra, com o objetivo de melhorar o desempenho de cada aluno nesse contexto formativo.

Objetivos educativos

  • Desenvolver competências performativas pela aprendizagem de um instrumento musical, privilegiando a metodologia de projeto
  • Integrar a aprendizagem e a educação musical no desenvolvimento de competências emocionais
  • Desenvolver a autoconfiança, mediante a vivência de experiências de sucesso em contexto performativo
  • Promover o desenvolvimento de competências sociais, como o sentido de responsabilidade, o respeito pelo outro, a capacidade de trabalhar em equipa e o empenho para o sucesso de um projeto partilhado.

Destinatários

Este projeto pode integrar alunos a partir dos 6 anos, com ou sem conhecimentos musicais ou prática instrumental anterior. As partes serão atribuídas na orquestra tendo em conta o nível de desenvolvimento de cada um, independentemente da sua idade. Embora com níveis de desempenho diferentes, TODOS integrarão a orquestra desde o primeiro momento e tocarão em todas as apresentações.

Os alunos do Colégio que estudem um instrumento de cordas numa escola do Ensino Artístico Especializado da Música também poderão integrar a Orquestra de Cordas do Rosário, podendo ser dispensados da aula de Instrumento em pequeno grupo e/ou da aula de Formação Musical pelo maestro da Orquestra.

Repertório e apresentações da Orquestra

As peças planeadas para este método de trabalho são compostas ou arranjadas de forma a que a junção das partes, de graus de dificuldade diferentes, torne o efeito do todo muito interessante num tempo reduzido

Dentro destas composições estão incluídas obras de todas as épocas históricas e enquadramentos estéticos, de acordo com as possibilidades técnicas e musicais da Orquestra de Cordas do Rosário em cada momento da sua evolução. São tidos em conta os gostos dos alunos, de forma a serem assegurados bons níveis de motivação para o trabalho a desenvolver

O maestro da Orquestra reunirá periodicamente com os professores de Instrumento e de Formação Musical, de modo a assegurar a complementaridade necessária a um acompanhamento eficaz da evolução técnica e teórica de cada aluno na sua aprendizagem musical

A Orquestra de Cordas do Rosário apresenta-se nas audições trimestrais, nos concertos do Colégio e sempre que seja julgada oportuna a sua participação em eventos performativos, dentro ou fora do Colégio.

Organização do tempo letivo

Disciplina Tempos semanais Tempo letivo Alunos por grupo
Orquestra de Cordas 1 110 minutos sem limite, a partir de 8
Cordas Friccionadas em pequeno grupo 1 60 minutos 3
Formação Musical, em turma 1 60 minutos até 15

Cedência Temporária de Instrumento

O Colégio de Nossa Senhora do Rosário, com a colaboração/patrocínio da APROSÁRIO, dispõe de alguns instrumentos de cordas friccionadas de diferentes tamanhos para emprestar temporariamente aos alunos que ainda não tenham o seu, numa fase inicial da sua adesão a este projeto ou de decisão sobre o instrumento que pretendem aprender. Esta possibilidade está, no entanto, limitada ao número de instrumentos disponíveis em cada momento e será precedida da assinatura por parte do encarregado de educação do documento Cedência Temporária de Instrumento de Cordas Friccionadas.

 Avenida da Boavista, 2856 / 4100-120 Porto
 
  
 (+351) 22 619 75 90
 
  
 Geral - cnsr@colegiodorosario.pt
 
  
 Política de privacidade
2019  -  Colégio de Nossa Senhora do Rosário